Tribuna Livre...

Tribuna Livre

         Reunião Ordinária – 25 de outubro

         Zona Azul

         O senhor José Maria Vieira participou da Reunião Ordinária, no dia 25 de outubro. Ele recordou que desde 2015 fala-se na possibilidade de implantação da “zona azul” no município, quando o governo federal liberou uma verba de R$ 255.000,00 para o sistema de 45º graus na extensão da Rua Wenceslau Braz e parte da Avenida Camilo Soares, mas que o tempo passou e caiu no esquecimento. Ressaltou que o aumento da arrecadação é importante, mas que as calçadas seriam diminuídas e árvores cortadas. Acrescentou que o |Grupo Amantes de Caxambu e ele têm um excelente projeto para a implantação em três plataformas que causariam menos danos a cidade, já apresentado ao Departamento de Trânsito.

         Manifestações dos vereadores

         – O vereador Júlio Nogueira (Júlio da Corneta) ressaltou que ele também apresentou uma indicação pedindo a implantação da zona azul e que assim que o requerimento de autoria do vereador Osmar da Silva (Boé) for respondido pelo Executivo, o assunto seria debatido na Casa, novamente.

         – O vereador Osmar da Silva (Boé) acrescentou que o senhor José Maria Vieira seria chamado para discutir o assunto abordado, contribuindo com o conhecimento e o prestigio que tem na Câmara.

         – O vereador Vivaldo Azevedo reconheceu a importância da contribuição do senhor José Maria com suas ideias para o desenvolvimento da cidade e, mais uma vez, convidou a população para participar das reuniões realizadas pela Câmara.

         – O presidente ad hoc Nilton Américo agradeceu a participação do senhor José Maria sempre presente nas reuniões e contribuindo com as suas ideias expostas na Tribuna Livre.

         Volta às aulas

         A secretária municipal de Educação, Ariana Maria Oliveira de Paula, participou da Reunião Ordinária, no dia 25 de outubro. Ela falou principalmente do retorno às aulas presenciais e o transporte escolar, respondendo às indagações dos vereadores.

         Referindo-se às indagações do vereador Vivaldo Azevedo, a secretária informou que de acordo com o 6º protocolo, o retorno às aulas seria efetivado para todos os alunos, e quanto ao transporte escolar também os assentos poderiam ser ocupados em sua totalidade. Nas escolas os protocolos de uso de máscara e álcool em gel seriam mantidos; o ano letivo terminaria em 22 de dezembro conforme o calendário escolar, diferente de 2020 que terminou em janeiro de 2021.

         Para usar o banheiro e na hora do recreio não seria mais necessário o distanciamento de 90 cm conforme o 5º protocolo, e as escolas vão priorizar o uso de máscara e de álcool em gel e cada criança continuaria levando de casa a sua garrafinha com água, pois ainda não seria permitida a utilização de bebedouros.

         O horário seria normal, ou seja, manhã das 7 horas às 11h20min e a tarde, das 12h30min às 16h50min. A secretária informou que no município a maior turma era composta de 26 alunos e as demais, de 5 a 24. O reforço já está sendo trabalhado com os diretores, mas está sendo feito um levantamento do aprendizado e o reforço ficará para o próximo ano. Inclusive as crianças do 5º ano farão a prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), ressaltando que esta prova era para avaliação do IDEB rede municipal.

         Explicou que a restrição de distanciamento estabelecido no 5º protocolo, a prioridade era para os alunos da zona rural e bairros distantes em virtude do distanciamento de 90 cm, mas com o fim do distanciamento, haveria o retorno das oito rotas escolares e todos os alunos teriam direito ao transporte escolar respeitando o zoneamento de cada um, tanto os alunos da rede municipal como os da estadual.

         A ser questionada pelo vereador João Francisco (Sapê) sobre a aceitação dos pais e alunos com o retorno, a secretária Ariana falou que no início de 2020 foi muito difícil os pais entenderem que o aprendizado seria através de atividades impressas por causa da dificuldade ao acesso à internet e o quantitativo de aparelhos não seria possível o atendimento das aulas online para todos. E por isso foi trabalhado com atividades impressas, WhatsApp para esclarecimentos de dúvidas e atividades no Facebook da escola, ressaltou que muitos pais eram compromissados, mas muito não tinham condições de auxiliar os filhos em atividades e infelizmente a adesão na busca de atividades para os alunos estava diminuindo muito. O transporte escolar seria para todos os alunos, antes somente para aqueles distantes e que aceitaram o retorno escolar.

         O vereador Júlio Nogueira (Júlio da Corneta) perguntou sobre o retorno às aulas dos alunos dos Centros de Educação Infantil. A secretária explicou que não estava sendo exigido ainda o retorno destes alunos, somente os da Educação Infantil de 4 e 5 anos e Ensino Fundamental I, pois o município se encontrava preparado, mas os das creches não, pois são mais dependentes. Destacou a existência de um concurso ainda em vigor e que se houver a necessidade no próximo poderão ser chamados outros professores, mas que há um planejamento e as aulas de reforço serão trabalhadas conforme as necessidades.

         Completou que os pais serão informados para que tenham segurança em mandar seus filhos para escola. Desde agosto existe a aferição de temperatura e os protocolos são seguidos, caso a criança chegasse tossindo ou com sintomas de gripe era separada em uma sala e o pai, avisado para buscar a criança e se necessário encaminhado à Estratégia Saúde da Família e se precisasse a criança ficaria suspensa das atividades presenciais por dez dias.

         A ser questionada pelo vereador Osmar da Silva (Boé) sobre os professores de apoio e as deficiências dos alunos, a secretária informou a existência de 15 professores de apoio que ficam com crianças que apresentam alguma deficiência comprovada. Acrescentou que a Secretaria de Educação conta com psicóloga e fonoaudióloga e com o apoio da Secretaria de Saúde e a APAE.

         Após o vereador Dennis Renato (Renatinho) reconhecer o empenho da Secretaria de Educação principalmente na pandemia, a secretária Ariana falou que sempre trabalhavam para o melhor aprendizado possível dos alunos, mas estavam reaprendendo a voltar ao novo normal.

         O secretário vereador Arnaldo Ribeiro solicitou a Secretária de Educação um trabalho conjunto com a Secretaria de Saúde exigindo que os pais dos alunos apresentassem a comprovação de vacinação do Covid-19. Justificou que muitas pessoas não tomaram a primeira dose e nem a segunda, sendo assim poderiam ser identificadas, e os pais teriam mais segurança ao retorno às aulas.

         O vereador Fábio Curi, Líder do Governo, pediu aos pais paciência porque muito em breve as coisas voltarão à normalidade, um trabalho que está sendo feito com muita dedicação. Completou que todos os alunos serão contemplados com o transporte escolar.

          O vice-presidente Nilton Américo agradeceu à secretária Ariana Oliveira os esclarecimentos prestados e felicitou toda a equipe da Secretaria Municipal de Educação pelo trabalho desenvolvido.

         Loucos por fuscas

         O engenheiro agrônomo Antônio Maciel Botelho Machado participou da Reunião Ordinária, no dia 25 de outubro. Ele comentou que o seu objetivo era a organização de um grupo que ama fusca, comum em Curitiba (PR), onde morava anteriormente. Completou que estava na cidade há 40 dias e o grupo já estava com 45 membros, de Caxambu e Baependi. Explicou que este grupo organizado levaria o nome da cidade para muitos lugares na região e teria programações mensais definidas no primeiro domingo de cada mês; no aniversário de fundação, dia 17 de setembro; e no dia 22 de junho, “Dia do Fusca”.

         Apresentou a logomarca do fusca e pediu o apoio do Legislativo e Executivo para o espaço das reuniões, bem como para receber os fusqueiros na cidade. Ressaltou que este grupo já tem como membros o vereador Fábio Curi, o Chefe de Gabinete da Câmara Renato Brandão e o operador de som da Casa, Anderson Emanuel. Convidou os internautas que têm fusca e derivados para procurá-lo, ao lado do Banco do Brasil, ou a Rádio Circuito das Águas.

         Manifestações dos vereadores

         – O vereador Júlio Nogueira (Júlio da Corneta) comentou que é apaixonado por opalas e que tem muitos contatos de colecionadores de carros antigos na região como em São Lourenço, Juiz de Fora e na própria cidade; e que apresentaria o senhor Antônio Maciel aos grupos.

         – O vereador Fábio Curi, Líder do Governo, felicitou o senhor Maciel por ter escolhido a cidade para residir e estar trabalhando e contribuindo com eventos, podendo contar com o seu apoio, bem como do prefeito Diogo Curi e do vice-prefeito Luiz Henrique.

         – O vereador Vivaldo Azevedo expressou contentamento ao saber que o senhor Antônio Maciel e esposa estão residindo na cidade e já promovendo eventos importantes, que fomentarão o comércio e o turismo.  Recordou a existência no Parque das Águas de um espaço para a realização de eventos, que poderia ser utilizado.

         – O vereador Vinicius Hemetério desejou muito sucesso ao senhor Antônio e garantiu que o grupo terá muitos membros por causa do relevo e estradas rurais em Caxambu, Baependi, Cruzília, Aiuruoca.

         – O vereador Osmar da Silva (Boé) garantiu o sucesso do grupo, recordando que ele adorava um fusca e que inclusive já teve um de 1970. Felicitou a iniciativa do senhor Antônio e sugeriu que ele procurasse o secretário de Turismo, Felipe Condé, para contribuir e alavancar ainda mais o turismo local.

         – O vereador Dennis Renato (Renatinho) congratulou-se com o senhor Antônio, desejando-lhe todo o sucesso nestes eventos do fusca.

         – O vereador secretário Arnaldo Ribeiro desejou-lhe sucesso neste trabalho, ressaltando que o seu primeiro carro tinha sido um fusca 1970. Deu as boas-vindas ao senhor Antônio Maciel e esposa, Tereza a Caxambu.

         – O presidente Alessandro Fortes (Sandrinho do Som) agradeceu ao senhor Maciel e desejou-lhe sucesso nestes eventos e colocou a Casa à disposição para realizar reuniões.

Postagens similares

11

11