Grande Expedi...

Grande Expediente

Reunião Ordinária

29 de outubro

– O vereador Júlio Nogueira (Júlio da Corneta) agradeceu ao Executivo a atenção dada ao portal da cidade e ao deputado estadual Antonio Carlos Arantes o empenho para a manutenção na BR – 267, no Município de Caxambu.

– O vereador Gilson Rodrigues informou que a Administração já licitou as obras para a Rua Gentil Afonso Costa, no Trançador. Agradeceu aos colegas a primeira votação do Projeto de Lei no 90/21, que institui o Dia Municipal da Cantineira Escolar, reconhecendo a importância destes profissionais. Felicitou os servidores públicos do Legislativo pelo dia 28 de outubro. Reforçou a necessidade de atendimento da indicação de sua autoria pedindo o término do calçamento do passeio em frente da APAE até uma barbearia.

– O vereador Vivaldo Azevedo convidou os empresários das cidades vizinhas e capitais para visitarem Caxambu, pois o Executivo os aguarda para colaborarem com o progresso na instalação de pequenas empresas.

– O vereador João Francisco (Sapê) agradeceu ao Executivo o atendimento das indicações dos vereadores, principalmente pela Secretaria de Obras. Agradeceu também a presença da secretária de Meio Ambiente Daiane Fernandes Pereira Lahmann e do secretário de Planejamento e Desenvolvimento Joaquim Luiz dos Santos Machado, na Câmara, para tratarem de uma alteração no Código de Obras, nos dias 22 e 25 de outubro. Explicou que há ano, no município, é vedada a movimentação de terra no período chuvoso, de 30/10 a 30/3, considerando o período muito extenso, o que acaba prejudicando as obras no município. Destacou a necessidade de preservação do meio ambiente, mas chamou a atenção para a preocupação que deve existir com o presente e não apenas com o futuro, principalmente numa época de tantas dificuldades. Sugeriu a realização de uma Audiência Pública para tratar do assunto e adiantou que apresentaria ao Executivo um requerimento indagando a respeito do desassoreamento do lago, que deveria ter ocorrido há anos.

– O vereador Osmar da Silva (Boé) informou que o médico Luiz Carlos Pinto prestará serviços na Estratégia Saúde da Família do Santa Tereza, e que houve um atraso devido à burocracia para a contratação. Recordou que apresentou uma indicação pedindo a construção da ampla ESF São Januário, bem como de um Centro de Educação Infantil no bairro para atender as adjacências. Enfatizou a necessidade de melhorias na iluminação pública por parte da CEMIG e as constantes e insistentes reclamações da população, que está sendo muito penalizada e prejudicada com a qualidade do serviço prestado, inclusive com a terceirização dos serviços. Demonstrou descontentamento com o presidente da República ao contrariar e desestimular, mais uma vez, a necessidade da vacinação da COVID-19.

– O vice-presidente Nilton Américo, presidente da Comissão das Águas Minerais, comentou que se reuniu com os senhores Antônio Maciel Botelho Machado, Ricardo José Pinto Gomes e Wagner de Oliveira Carvalho, na Câmara, pois estão preocupados com o atual estado de conservação do Gêiser, assunto a ser tratado com a CODEMGE. Reforçou a necessidade da poda de uma árvore existente atrás do Centro de Educação Profissional (CEP), pois oferece risco a residência localizada na Rua Manoel Teodoro, na altura do número 112, no Trançador. Em relação ao calçamento da Rua Gentil Afonso Costa, informou que a licitação já foi feita e que as obras iniciarão em breve, bem como na rua que interliga o Jardim Alice à Rua Laudelino de Souza Azevedo, no Santa Rita.

– O vereador Dennis Renato (Renatinho) informou que segundo o CAGED, houve mais um pequeno aumento do número de empregos no município e pediu aos cidadãos pensamento positivo. Destacou o empenho dos colegas em busca de melhorias para a cidade. Comentou que esteve no gabinete do deputado estadual Cleitinho Azevedo, em Belo Horizonte, no dia 28 de outubro, e que ele posteriormente visitou Caxambu. Avaliou que está havendo desenvolvimento considerável no município.

– O vereador Fábio Curi, Líder do Governo, pediu a participação das mulheres na Casa apresentando projetos e propostas para elas. Garantiu que a Administração tem a intenção de ampliar as instalações da Estratégia Saúde da Família São Januário, construindo a sede no Campo do Vasco. Informou que foram pagos R$ 125.000,00 ao Consórcio Intermunicipal de Saúde para o fornecimento de exames e que os medicamentos estão à disposição na Farmácia Básica, faltando apenas as vacinas AstraZeneca, como em todo o País. Pediu o fortalecimento dos Conselhos Comunitários dos bairros e Associações dos Moradores, pois a maioria está inativa, para que os anseios das comunidades sejam atendidos.

– O vereador secretário Arnaldo Ribeiro felicitou os servidores públicos pelo dia 28 de outubro, enaltecendo a importância que têm para a população, precisando de preparo e incentivo. Comentou que muitas respostas apresentadas pelo Executivo em relação às indicações constam que dependem da aprovação do Plano Básico de Saneamento Básico. Discordou destas respostas e pediu providências para o que precisa ser feito, sem postergação. Endossou a fala do colega Fábio Curi em relação aos Conselhos Comunitários e Associações de Bairros. Destacou que a CEMIG e a COPASA estão interessadas apenas em lucro. Comentou que o noticiário nacional tem informado a retomada da economia no País, o que é muito importante. Referindo-se ao Fórum Brasileiro de Segurança Pública, chamou a atenção para a Campanha Sinal Vermelho contra violência doméstica, demonstrada através de um X vermelho na mão ou papel, um sinal de alerta contra agressões a mulher, ou discando 180.

– O presidente Alessandro Fortes (Sandrinho do Som) agradeceu a presença do vice-prefeito na Reunião Ordinária e a instalação da academia ao ar livre no Santo Antônio, no dia 3 de novembro. Demonstrou contentamento com a contratação do médico para a Estratégia Saúde da Família Santa Tereza, Luiz Carlos Pinto, que atenderá também o Bosque, reconhecendo o empenho do Executivo. Comentou que esteve presente no gabinete do deputado Duarte Bechir, que inclusive enviará uma emenda parlamentar, no valor de R$ 80.000,00, para a construção de muros de contenção.