Vereador Fábio Curi, subscrito por todos os colegas

Consórcio Intermunicipal de Saúde

Os vereadores solicitaram informações sobre o Consórcio Intermunicipal de Saúde e o serviço de fisioterapia domiciliar. Indagou o valor mensal que o município pagou ao
Consórcio em 2015; se há data marcada para o pagamento; se há pagamento em atraso; se o serviço de fisioterapia domiciliar é prestado por meio do Consórcio ou por profissional servidor efetivo; o número de profissionais existentes e o número de pessoas que foram ou são atendidas pelo serviço, de janeiro a abril.

Executivo: O município pagou ao Consórcio em 2015, os seguintes valores: Janeiro: R$ 55.302,78; Fevereiro: R$ 53.311,67; e Março: R$ 68.876,85. Valores estes inclusos, a cota administrativa, e os prestadores de serviço.

Após serem faturados no setor de Controle e Avaliação, é tirada a nota pelo Consórcio através do seu funcionário, geralmente a partir dos dias 9 ou 10 de cada mês, sendo então enviado para o empenho na prefeitura, e a data certa do pagamento já não pertence à Policlínica.

Já foram pagos até março, faltando ainda gerar o pagamento de abril, que será no valor de R$ 75.203,32.

O serviço de fisioterapia domiciliar é prestado pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde. O fisioterapeuta efetivo da prefeitura atende pelo SUS na Unidade Básica de Saúde Paulo Vianna de Araújo Filho.

A fisioterapia domiciliar é realizada por quatro fisioterapeutas contratados pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde.

No período de janeiro a abril de 2015 foram atendidos 45 pacientes em domicílio.