Notícias

18

O Instituto Brasileiro de Geografia estatística informa seu processo seletivo para todo o Brasil.

Para Caxambu existem as seguintes vagas:

 

Agente Censitário Municipal e Supervisor – 3  VAGAS (Posto de coleta de CAXAMBU)

Contrato: 5 meses

Taxa de Inscrição: R$ 60,50

Jornada de Trabalho: 40 horas semanais

Inscrições: até 21/01/22

Prova: 10/04/2022

Escolaridade: Nível médio

link: https://conhecimento.fgv.br/concursos/ibgepss21/09

Remuneração:

ACM: R$ 2.100,00 + auxílio-alimentação.

ACS: R$ 1.700,00 + auxílio-alimentação.

 

Recenseador – 19 VAGAS

Remuneração: por produção#

Contrato: 3 meses

Taxa de Inscrição: R$ 57,50

Jornada de Trabalho: mínimo 25 horas semanais#

Inscrições: até 21/01/22

Prova: 10/04/2022

Escolaridade: nível fundamental

link: https://conhecimento.fgv.br/concursos/ibgepss21/10

Remuneração por produção* **

*Simulação de valores por meio do link:  https://censo2022.ibge.gov.br/trabalhe-no-censo/estimativa-de-remuneracao.html

**Jornada de trabalho, recomendável, mínima, sendo obrigatório o comparecimento do Recenseador ao Posto de Coleta nos dias e nos horários estipulados pelo ACM ou pelo ACS.

 

OBS. 1: É possível solicitar a isenção da taxa de inscrição.

OBS. 2: PROVAS de Supervisores e Recenseadores são EM HORÁRIOS DIFERENTES, sendo POSSÍVEL se inscrever nos DOIS PROCESSOS SELETIVOS.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A eleição da Mesa Diretora para 2022 e a posse dos eleitos ocorreu durante a Reunião Ordinária, no dia 20 de dezembro. Concorreram à presidência os vereadores Arnaldo Ribeiro (sete votos) e Alessandro Fortes (Sandrinho do Som – quatro), à vice-presidência o vereador Dennis Renato (Renatinho – 10 votos) e ao cargo de secretário os vereadores Vinicius Hemetério (seis votos) e Fábio Curi (cinco). Os vereadores Osmar da Silva (Boé) e João Francisco (Sapê) foram os escrutinadores. O mandato será de um ano.

– O vereador Júlio Nogueira (Júlio da Corneta) cumprimentou os novos membros da Mesa Diretora 2022 e agradeceu a atual pelo trabalho desenvolvido em 2021 e bom convívio entre os colegas.

– O vereador Gilson Rodrigues felicitou a Mesa Diretora pela condução dos trabalhos em 2021, bem como os demais eleitos.

– O vereador João Francisco (Sapê) também cumprimentou a Mesa Diretora pelas conduções dos trabalhos em 2021e desejou sucesso aos membros eleitos que conduzirão a Casa em 2022.

– O vereador Vivaldo Azevedo cumprimentou a Mesa Diretora pelo ótimo trabalho realizado, bem como os eleitos.

– O vereador Vinicius Hemetério deu os parabéns à Mesa Diretora pela condução do excelente trabalho em 2021. Cumprimentou os eleitos que conduzirão os trabalhos em 2022 e agradeceu os votos obtidos para o cargo de secretário, função a ser desempenhada com comprometimento e amizade na Casa.

– O vereador Osmar da Silva (Boé) cumprimentou a Mesa Diretora eleita para 2022.

– O vereador Dennis Renato (Renatinho) congratulou-se com o presidente Alessandro Fortes (Sandrinho do Som) e a Mesa Diretora 2021 pelo trabalho realizado, ressaltando que o presidente Alessandro cuidou da instituição como se fosse sua casa. Reconheceu a contribuição de todos e expressou que era uma honra ter sido eleito com os vereadores Arnaldo Ribeiro e Vinicius Hemetério. Cumprimentou os vereadores Alessandro e Fábio Curi pela participação na eleição, quando uns perdem e outros ganham, com respeito.

– O vereador Fábio Curi congratulou-se com a Mesa Diretora 2021 e a Mesa Diretora 2022, ressaltando que são vereadores experientes e que contribuíram e continuariam contribuindo com o desenvolvimento da cidade. Demonstrou satisfação com o resultado da eleição e disposição para colaborar com os trabalhos em prol do desenvolvimento local.

– O vice-presidente Nilton Américo desejou sucesso aos eleitos e agradeceu aos colegas a confiança nele depositada para o cargo de vice-presidente em 2021.

– O secretário Arnaldo Ribeiro agradeceu os votos obtidos para presidir a Casa em 2022. Ressaltou que em sua gestão haveria a valorização do Legislativo, com o compromisso certo, sério e responsável de apoiar as ações do município, visando o seu crescimento, em um clima de cordialidade, respeito e valorização dos interesses coletivos. Recordou que já tinha presidido a Casa em outros dois mandatos e ressaltou que o melhor deles seria o com apoio dos vereadores e apresentação de informações, dados e providências que farão do Legislativo um Poder unido, forte e atuante.  Comentou que estava em uma fase de aprendizagem e que aprendeu com o presidente Alessandro Fortes (Sandrinho do Som) todas as providências a serem tomadas e que o resultado das eleições representava apenas uma formalidade, com o assessoramento dos demais eleitos.

– O presidente Alessandro Fortes (Sandrinho do Som) demonstrou o seu apoio à Mesa eleita.

 

ATENÇÃO!!!

  

A Câmara Municipal de Caxambu cancelou a Audiência Pública sobre o “Projeto de Lei Complementar no 4/21, que visa alterar a Lei Complementar No 11/20, que institui a Lei de Zoneamento, Parcelamento e Ocupação do Solo do Município de Caxambu, marcada para o dia 13 de julho. O motivo do cancelamento foi a retirada do Projeto pelo Executivo para as devidas adequações. Pedimos desculpas e a compreensão de todos os convidados.      

281

Na próxima terça-feira, dia 13/07/21, a Câmara Municipal de Caxambu realizará uma Audiência Pública, às 16 horas, com o objetivo de debater o Projeto de Lei Complementar nº. 4/21, encaminhado através da Mensagem nº. 35/21, que visa alterar a Lei Complementar nº. 11/20, que institui a Lei do Zoneamento, Parcelamento, Uso e Ocupação do Solo do Município de Caxambu.

Segue abaixo o referido projeto para sua consulta:

A Câmara Municipal de Caxambu tem a honra de convidá-lo para participar da Audiência Pública sobre “Propostas Para Lei de Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2022”

Dia: 29 de Junho de 2021 (terça-feira)

Horário: A partir das 15 horas

Local: Plenário da Câmara Municipal de Caxambu

f45c7e53-950f-4e99-9995-e2db03180f07

 

 

 

A Câmara Municipal de Caxambu realizará no dia 22 de junho de 2021, às 15 horas, uma Audiência Pública que abordará sobre o Projeto “Mãos Dadas”, do Governo de Minas Gerais, que trata da Municipalização das Escolas Estaduais. Na oportunidade, haverá espaço para debates e desde já aguardamos seu comparecimento e participação.
acbee8d5-f396-4193-a5a6-c36c24bc1040

347

BILHETES INFORMATIVOS – PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) com apoio da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) e em parceria com a Prefeitura Municipal de Caxambu está realizando a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) de Caxambu.

O PMSB é um importante instrumento atuante na saúde da população contribuindo na promoção da saúde e prevenção de doenças, assim como na preservação ambiental e desenvolvimento social.

Dessa forma, o PMSB apresenta alternativas para melhorar os serviços de saneamento básico que chegam até sua casa e seu bairro a partir da identificação de problemas relacionados ao: abastecimento de água; esgotamento sanitário; limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos; drenagem e manejo das águas pluviais.

E por fim, irá apontar alternativas de soluções para serem executadas pela Prefeitura Municipal em parceria com prestadores de serviços, população e outros entes, ao longo de 20 anos.

Você pode ler o Diagnóstico Técnico-Participativo disponível no link na descrição da imagem e enviar suas sugestões e ideias para pmsbufmgfunasa@gmail.com

Link:

https://drive.google.com/file/d/1AtVtdWSn-y5jXpqjs1uTX8NSqcIAg3Gi/view

         Projeto de Lei no 30/21

         Autoriza o Poder Executivo a realizar abertura de crédito adicional especial com criação de fonte de recursos em dotação orçamentária.

         O valor do crédito é de R$ 5.000,00, para a realização de despesas com implementação do SIM, pelo Consórcio Público CIMAG, onde irá atender a Secretaria de Administração e Finanças, no fortalecimento da economia do município trazendo desenvolvimento local e aumento na arrecadação de tributos, visando a melhoria das condições da produção de alimentos.

         O projeto apresentado pelo Executivo foi aprovado em única votação, no dia 10 de maio, por unanimidade.

         Projeto de Lei no 35/21

         Dispõe sobre a concessão de contribuição financeira à Fundação Instituto Nacional de Telecomunicações.   

         O Executivo fica autorizado a conceder contribuição financeira ao INATEL, em 2021, até o valor de R$ 480.000,00.

         Parecer da Comissão de Legislação, Justiça e Redação

         Voto contrário do presidente Vinicius Hemetério e do vice-presidente Júlio Nogueira (Júlio da Corneta)

         Não foi proporcionada a nós, oportunidade para conhecermos a fundo os benefícios resultantes da contribuição a ser feita à Fundação Instituto Nacional de Telecomunicações. Nem mesmo à população, pois projeto dessa natureza deveria ser oportunizada a manifestação popular.

         Todas as orientações, inclusive do Governo Federal ao destinar recursos aos municípios por conta da COVID-19 é a contenção de despesas, que chegou até mesmo na suspensão de direitos do servidor público.

         Portanto, não se apresenta coerente, no momento, destinar contribuição de mais de R$ 450.000,00 para a Fundação Instituto Nacional de Telecomunicações, com a finalidade de implantar a chamada “cidade inteligente”.

         Existem muitas coisas boas, porém não podem as mesmas serem realizadas a qualquer momento, em especial quando se irá utilizar de recursos públicos. Estes, sabe-se, é sempre curto e escasso, não há recurso público para tudo e para satisfazer a todos. Quando não se tem recursos infinitos, é essencial que se aplique o princípio da prioridade, e diante da pandemia que estamos enfrentando, que já supera mais de um ano, e não sabemos até onde vai, não é o melhor momento, ou não é o momento adequado, destinar vultuosa quantia para esse fim.

         A prioridade, agora, é outra.

         Portanto, não nos restam alternativa senão opinarmos contrários à aprovação deste Projeto de Lei.

         Voto favorável do secretário Fábio Curi

         Em 2018 o BNDES lançou Edital para Integração de Soluções IoT (Internet das Coisas) para Cidades Inteligentes.

         As cidades interessadas deveriam apresentar Projetos através de Instituições Tecnológicas. A Prefeitura Municipal de Caxambu buscou parceria com o INATEL (Instituto Nacional de Telecomunicações). A intenção foi formalizada em 1o de agosto de 2018.

         O Projeto do INATEL para a Cidade de Caxambu foi na Vertical Cidades e apresentou o Tema Segurança Pública – “Aumento da Capacidade de vigilância e monitoramento de áreas da cidade para mitigar situações de risco à segurança”.

         O Projeto apresentado teve custo de R$ 947.753,80, sendo que o BNDES arcaria com R$ 473.876,80 a fundo perdido e o Município arcaria com o mesmo montante.

         Os Projetos apresentados pelo INATEL a este Edital foram os únicos contemplados no Brasil, sendo aprovados os Projetos de Caxambu, Santa Rita do Sapucaí e Piraí (RJ).

         PROJETO PILOTO IoT CAXAMBU (Resumo):

         Solução     

         – Iluminação Inteligente

         Principais funções

         – Alarmística (luminosidade inadequada, queima, consumo)

         – Dimerização positiva (aumento da luminosidade em eventualidades)

         Resultados esperados  

         – Redução da criminalidade através da iluminação

         – Redução do tempo de identificação de queima de lâmpadas

         – Economia de energia

         Solução     

         – Vídeo Monitoramento

         Principais funções

         – Monitoramento por câmeras

         – Identificação de placas de automóveis

         – Reconhecimento facial

         Resultados esperados

         – Redução da criminalidade através de vídeo patrulhamento em parceria com a Polícia Militar

         Solução

         – Sensor de Ruído

         Principais funções

         – Detecção de ruídos no período noturno com sincronismo automático do sistema de câmeras e dimerização da iluminação na região do ruído;

         – Otimização dos recursos de videomonitoramento e iluminação inteligente para maior contribuição na redução da criminalidade.

         O Projeto foi concebido e conta com a participação de grandes empresas nacionais e multinacionais como: ERICSON, TIM, Pixel TI, Laager Tecnologias Sustentáveis, XPTi Tecnologias em Segurança e para realização de auditoria de todo o processo a DELOITTE (uma das maiores empresas do mundo, presente em mais de 100 países).

         O referido projeto foi inserido e aprovado pela Câmara Municipal no PPA e LDO.

         Benefícios adicionais

         – Pioneirismo da cidade em implantação de soluções tecnológicas: somente três cidades no Brasil foram contempladas;

         – Aumento da Qualidade de vida dos cidadãos: segurança e iluminação;

         – Plataforma aberta para entrada de várias outras soluções tecnológicas que melhorarão a qualidade do serviço público (Saúde, Educação, Coleta de Lixo, Trânsito, etc) e a vida dos cidadãos;

         – Melhoria da capacidade da cidade em atrair Empresas e novos Moradores (mais empregos, mais impostos);

         – Caxambu tornará Centro de Referência em eventos de Tecnologia do INATEL, uma vez que tem capacidade de hospedagem e Centro de Convenções para realização de eventos;

         – Acordo de Cooperação Técnica (já assinado): realização de parcerias para melhoria da Educação, dos Serviços Públicos, captação de investimentos e realização de eventos.

         Parecer da Comissão de Finanças, Orçamento e Tomada de Contas

         Voto favorável do presidente Fábio Curi, do vice-presidente Arnaldo Ribeiro e do secretário Gilson Rodrigues   

         Em 2018 o BNDES lançou Edital para Integração de Soluções IoT (Internet das Coisas) para Cidades Inteligentes.

         As cidades interessadas deveriam apresentar Projetos através de Instituições Tecnológicas. A Prefeitura Municipal de Caxambu buscou parceria com o INATEL (Instituto Nacional de Telecomunicações). A intenção foi formalizada em 1o de agosto de 2018.

         O Projeto do INATEL para a Cidade de Caxambu foi na Vertical Cidades e apresentou o Tema Segurança Pública – “Aumento da Capacidade de vigilância e monitoramento de áreas da cidade para mitigar situações de risco à segurança”.

         O Projeto apresentado teve custo de R$ 947.753,80, sendo que o BNDES arcaria com R$ 473.876,80 a fundo perdido e o Município arcaria com o mesmo montante.

         Os Projetos apresentados pelo INATEL a este Edital foram os únicos contemplados no Brasil, sendo aprovados os Projetos de Caxambu, Santa Rita do Sapucaí e Piraí (RJ).

         Como se pode observar por essa linha do tempo, essa iniciativa vem sendo planejada, sem qualquer comprometimento de outras ações do Município. Perder essa oportunidade é optar pelo atraso, por mais gastos no futuro para se alcançar o mesmo objetivo. Os benefícios dessa iniciativa são certos e a curto e médio prazos. É necessário analisar a questão pela razão, e pelo caminho que segue a humanidade, que é o da tecnologia.

         O projeto apresentado pelo Executivo foi aprovado em única votação, no dia 10 de maio, por oito votos, dos vereadores: Arnaldo Ribeiro (secretário), Dennis Renato Carneiro, Fábio Curi, Gilson Rodrigues, João Francisco (Sapê), Nilton Américo (vice-presidente), Vivaldo Azevedo e Osmar da Silva (Boé), e dois contrários: Júlio Nogueira (Júlio da Corneta) e Vinicius Hemetério.  unanimidade.

Reunião Ordinária

         1o de março

         Secretária Ariana expõe na Câmara situação da Educação  

         A secretária municipal de Educação, Ariana Maria Oliveira de Paula, participou da Reunião Ordinária, no dia 1o de março. Ela recordou do início da pandemia, no dia 18 de março de 2020, data em que as aulas presenciais foram encerradas, permanecendo com as remotas até o fim do ano, e que o calendário letivo só foi concluído no dia 15 de janeiro. Recordou que todo o sistema de ensino foi mudado e que as atividades remotas trouxeram a princípio alguns transtornos, mas também muito aprendizado para a Secretaria, diretores, professores, pais e alunos.

         Explicou que as aulas retornaram no dia 17 de fevereiro e que fizeram uma enquete para conhecer a capacidade dos equipamentos dos professores, bem como dos pais dos alunos. Explicou que os professores voltaram no dia 16. No dia seguinte começou o ano letivo e as primeiras atividades foram entregues de forma impressa, nos dias 5 e 8 de março. Destacou que a Secretaria se prepara para através do sistema híbrido dispor de condições para fazer algumas gravações de aula com os professores quando fosse cabível.

         Manifestações dos vereadores

         – O vereador Vivaldo Azevedo questionou se as aulas passariam para o sistema online e se os alunos estão preparados diante das dificuldades das famílias em adquirirem os equipamentos eletrônicos necessários. Destacou que nem toda casa tem internet ou um celular, mas que os alunos necessitam de Educação, assim como as famílias, dos Centros de Educação Infantis para irem ao trabalho.

          A secretária Ariana destacou que as aulas ainda não seriam online, mas sim de forma remota e com atividades impressas; e que está em andamento um estudo preliminar para avaliar as condições de uma possível mudança no sistema de ensino. Acrescentou que a prefeitura capacitará os professores e as escolas para atuarem de forma online. Considerando as dificuldades encontradas para a realização das aulas online, em virtude da falta de internet ou equipamentos como computador e celular, optou pelas atividades impressas, pois é uma ferramenta que poderá ser entregue para todos, inclusive na zona rural.

         Comentou sobre o Decreto do Executivo e o possível retorno das aulas presenciais, de forma escalonada. Destacou que no dia 25, o Estado através de uma resolução, institui o ensino híbrido nas escolas estaduais, mas que cabe a cada município definir as formas de trabalho dentro da sua realidade. Destacou o “plano de retorno das atividades presenciais” e explicou que o município já adquiriu os equipamentos e insumos necessários para atender o possível ensino híbrido.

         Destacou que os alunos menores serão os últimos a retornarem devido ao contato direto com os auxiliares de creches e professores, e que todo processo de reabertura das unidades escolares deverá ser muito cauteloso. Relatou que está atuando de forma fundamentada e orientada pelas demais autoridades.

         – O vereador Júlio Nogueira (Júlio da Corneta) questionou sobre a aceitação do sistema novo de ensino pelos alunos; a alfabetização; e sugeriu que com o retorno das aulas presenciais, as escolas oferecessem aulas de reforço para não prejudicar ainda mais os alunos no seu futuro.

         Ariana informou que no começo a aceitação foi muito boa, porém ao final observaram alguns problemas devido à desmotivação dos alunos e as dificuldades dos pais de auxiliarem no aprendizado. Avaliou que após um balanço geral foi atingido cerca de 80 a 90% dos objetivos do ano letivo.

         A secretária informou que a alfabetização se trata de um trabalho específico da escola, defendendo que a Educação deveria estar entre as prioridades de vacinação. Defendeu a importância da alfabetização das crianças do primeiro ano e falou que infelizmente os alunos já contabilizavam prejuízos na Educação. Destacou que houve um amparo muito bom por parte das escolas, tanto na disponibilização de materiais, quanto no suporte dos mesmos, porém nada substituiu o objetivo maior que era alfabetizar esses alunos nesse período.

         Ariana explicou que a proposta do reforço escolar já consta no plano de retomada para o ensino presencial.

          – O vereador Dennis Renato Carneiro enalteceu o trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Educação e destacou as grandes dificuldades encontradas em 2020. Destacou os fatores científicos que abordam a infecção do coronavírus em crianças, sabendo-se que elas podem ser assintomáticas, mas transmitem o vírus, podendo ocasionar um surto ao reabrirem as escolas. Questionou sobre a disponibilização das refeições, dentro da estrutura escolar, já que algumas crianças dependem das merendas para se alimentar.

         Ariana explicou que a merenda já comprada foi distribuída, através de kits junto às famílias dos alunos, porém com grande dificuldade logística. Explicou sobre o cálculo de separação e distribuição dos alimentos para os alunos e abordou a necessidade de atingir as metas de gastos com a alimentação escolar.  

         – O vereador Osmar da Silva (Boé) questionou sobre os recursos destinados à alimentação escolar, bem como sobre a logística de ensino adotada para dar suporte aos alunos residentes na zona rural, durante o período da pandemia.

         Ariana explicou que o montante da verba do PNAE, cerca de 30% deveria ser destinado a compra dos produtores rurais da agricultura familiar. Comentou a existência de outra verba denominada QESE, que além de gêneros alimentícios também é possível utilizar em reformas das escolas, equipamentos entre outros. Explicou que os materiais são levados diretamente as casas dos alunos num intervalo de 15 dias, oportunidade em que são repassadas algumas orientações de ensino aos alunos. Falou que os kits de alimentos são repassados às famílias gradativamente, sendo impossível entregar tudo ao mesmo tempo.

         – O vereador Fábio Curi, Líder do Governo, defendeu a vacinação antecipada dos profissionais da Educação. Comentou que acompanhou a separação e distribuição dos alimentos às famílias, e elogiou os critérios utilizados pela Secretaria de Educação. Questionou sobre a situação dos cadastros das famílias e as dificuldades atuais para ter acesso a elas.

         Ariana explicou que a Secretaria de Educação estava providenciando uma nova pesquisa, de forma a atualizar os cadastros, bem como a efetivação das matrículas. Falou que havia um levantamento prévio, porém que era necessário atualizar as informações dos alunos do município.

         – O secretário Arnaldo Ribeiro discorreu sobre o Decreto Municipal datado de 25 de fevereiro, que autoriza o retorno das aulas no setor privado, considerando que se a autorização for estendida às escolas seria uma situação muito complexa. Leu a carta dos secretários estaduais de Saúde destinada à Nação Brasileira relatando a situação crítica que o Brasil passa no enfrentamento da pandemia. Comentou sobre os valores pagos pertinentes a UTI-COVID, sendo equivalente a cerca de R$ 2.500,00, mas que era uma questão prioritária em virtude da pandemia. Discorreu que o Brasil passa pelo pior momento da pandemia, e o mundo está atento ao aparecimento de novas cepas no país. Reforçou a necessidade de todos redobrarem os cuidados para futuramente não precisar lamentar o agravamento do caos da pandemia.

         Cidadão destaca potencial da cidade

         O senhor Carlos Alberto Aníbal, “Preto Rico”, participou da Reunião Ordinária realizada pela Câmara, no dia 1º de março. Ele destacou o potencial da cidade no âmbito do turismo, da cultura, entre outros recursos importantes que dispõe, que poderão ser mais explorados pela Administração, visando fomentar o turismo. Discorreu sobre a necessidade de uma reforma total no Parque das Águas, bem como do aumento da exploração e revenda da água Caxambu. Pediu apoio da população e o acompanhamento das ações dos representantes legais, através da participação popular e visitas contínuas nos órgãos públicos.

         Defendeu a modernização, através da reforma cultural e turística da cidade, incluindo a restauração dos imóveis patrimoniais e da infraestrutura da cidade, para oferecer mais conforto e receptividade aos turistas. Comentou sobre a organização do evento que elege a Miss Afro-descendente, tendo muito sucesso no Estado.

         Pediu a colaboração da comunidade do Santa Tereza com a coleta do lixo, que deverá ser colocado nas ruas pouco antes do caminhão passar, para não ser espalhado; e a cooperação dos motoristas para não transitarem na Rua Florentino Aníbal em alta velocidade. Cobrou a supervisão na obra de reforma da Rodoviária no período noturno, pois o local está muito escuro e colocando em risco a vida dos passageiros que embarcam ou desembarcam nos ônibus.

         Manifestações dos vereadores

         – O vereador Fábio Curi, Líder do Governo, discorreu que as reivindicações do senhor Carlos Aníbal seriam acatas pela Administração.

         – O vereador Vivaldo Azevedo felicitou a iniciativa do senhor Carlos Alberto em apresentar novas ideias para o desenvolvimento do turismo local.

         – O presidente Alessandro Fortes (Sandrinho do Som) cumprimentou a iniciativa e coragem do senhor Carlos Aníbal em participar da Reunião Ordinária apresentando reivindicações para a cidade, e desejou-lhe sucesso em sua vida pessoal.

Postagens mais acessadas