Jenny Gomes Aragão

A eleição para o Conselho Corregedor da Casa ocorreu na Reunião Ordinária, no dia 2 de janeiro. Após a apuração dos votos, o Conselho foi composto pelos vereadores Júlio Nogueira (Júlio da Corneta – sete votos), Fábio Curi (seis votos) e Vinicius Hemetério (seis votos) e como suplentes a vereadora Jenny Aragão (Gica – cinco votos) e Francisco Martins (Kiko – quatro votos).

 

Cadeiras

O presidente Mário Alves apresentou um requerimento ao Executivo indagando a respeito das cadeiras existentes no Centro de Convenções. Indagou os nomes dos responsáveis pelo Departamento de Patrimônio durante a Administração 2013/2016; os responsáveis pelo local durante a Administração 2013/2016; o local onde se encontram as cadeiras; quem autorizou a retirada das cadeiras daquele local; para quem foi autorizada a retirada das cadeiras daquele local; e os responsáveis pela conferência e recolhimento das cadeiras na devolução.

O requerimento foi subscrito por todos os vereadores e apresentado durante a Reunião Ordinária, no dia 2 de janeiro.

Manifestações dos vereadores

– O vereador Alessandro Fortes (Sandrinho do Som) felicitou o presidente pela autoria do requerimento, ressaltando que embora muitos dissessem que a obra tinha sido finalizada, ele tinha conhecimento de que ainda estava inacabada. Enfatizou a importância da proposição, principalmente com relação à quantidade de cadeiras existentes no Centro de Convenções, pois eram muitas, e com o empréstimo a quantidade não totaliza 80 unidades e pediu para subscrever o requerimento.

– O vereador Júlio Nogueira (Júlio da Corneta) também cumprimentou o presidente por aquele requerimento e pediu que constassem inclusive informações a respeito da obra do Centro de Convenções, pois tinha conhecimento de que tinha sido finalizada, porém, não concluída.

– O vereador Vinicius Hemetério apoiou o requerimento por se tratar de patrimônio público e reforçou a necessidade da apuração da destinação das cadeiras, bem como da situação do Centro de Convenções.

– O vereador Renato Brandão cumprimentou o presidente Mário Alves pela apresentação do requerimento, pois era de suma importância a Casa e a população tomarem conhecimento do que foi perdido nos últimos quatro anos de gestão.

– A vereadora Jenny Aragão (Gica) recordou que aquelas cadeiras foram adquiridas na gestão do ex-prefeito Isaac Rozental, totalizando mais de 1.000 unidades, e que com o empréstimo desenfreado e sem controle, as mesmas foram extraviando aos poucos e sem retorno. Comentou que o Genny Gomes usava o Centro de Convenções e que ela também considerava necessária a indagação a respeito das obras daquele local, tão importante para os munícipes. Ao presidente, pediu as providências necessárias para que o Centro de Convenções tenha condições de uso.

– O vereador Francisco Martins (Kiko) achou importante a preocupação com as cadeiras, mas considerou essencial uma vistoria no Centro de Convenções, porque através das cadeiras outras coisas poderiam ter sumido e por isso entendia ser louvável uma vistoria em todo o patrimônio, por ele e demais colegas, para fazerem este levantamento.

– O secretário Fábio Curi recordou que a legislatura anterior fez várias vistorias, requerimentos e até denuncias, e que estas informações podiam ser úteis aos novos vereadores. Endossou as palavras do vereador Francisco Martins (Kiko), pois também entendia a importância de uma vistoria não somente no Centro de Convenções, mas também no prédio onde funcionou a Escola Wenceslau Braz, para saberem a real situação destes patrimônios.

– O presidente Mário Alves informou que tomou conhecimento de que a cerimônia de posse do prefeito Diogo Curi não poderia ocorrer no Centro de Convenções, porque as suas cadeiras sumiram, totalizando 1.600 unidades. Sendo assim, apresentou este requerimento para que pudessem ser tomadas algumas providências e eventuais medidas para a apuração de responsabilidades. Agradeceu as manifestações e sugestões dos vereadores que o antecedeu e pediu à assessoria Jurídica da Casa que as incluísse no requerimento, a ser subscrito por todos os colegas.

Lideranças

PSDB – Júlio Carlos de Souza Nogueira

PMDB – Vinicius Hemetério

PSL – Francisco de Souza Martins

PR – Renato Sales Brandão

Bloco Partidário

PDT (Partido Democrático Trabalhista): Vereador Jean Carlos da Silva

PP (Partido Progressista): Vereador Alessandro Bento Fortes

PSL (Partido Social Liberal): Vereadores Jenny Gomes Aragão e Francisco de Souza Martins

Líder – Vereadora Jenny Gomes Aragão

Vice-líder – Jean Carlos da Silva

Líder do Governo

Vereador Fábio Curi Hauegen

 

Os vereadores da Legislatura 2017/2020 foram empossados nas dependências da Câmara, no dia 1o de janeiro. São eles: Alessandro Bento Fortes (Sandrinho do Som – reeleito – segundo mandato – PP), Fábio Curi Hauegen (reeleito – segundo mandato – PR), Francisco de Souza Martins (Kiko – primeiro mandato – PSL), Jean Carlos da Silva (reeleito – segundo mandato – PDT), Jenny Gomes Aragão (Gica – primeiro mandato – PSL), Júlio Carlos de Souza Nogueira (Júlio da Corneta – primeiro mandato – PSDB), Manoel Ribeiro Pereira (primeiro mandato – PMDB), Mário Luiz Alves (primeiro mandato – PSDB), Paulo José Rodrigues (primeiro mandato – PMDB), Renato Sales Brandão (primeiro mandato – PR) e Vinicius Hemetério (primeiro mandato – PMDB).

Na oportunidade, o vereador Fábio Curi, o mais votado, 507 votos, fez a leitura do compromisso regimental, o juramento, com os seguintes dizeres: “Sob a proteção de Deus prometo manter, defender e cumprir as Constituições da República e do Estado, a Lei Orgânica do Município, observar as leis, promover o bem geral do povo caxambuense e exercer o meu mandato sob a inspiração do interesse público, da lealdade e da honra. Assim o prometo”.  O compromisso foi confirmado por todos, individualmente.

A Sessão Solene de Posse e Instalação da nova Câmara para a Legislatura 2017/2020 foi presidida pela vereadora Jenny Aragão (Gica), acompanhada do vice-presidente Manoel Pereira e do secretário Vinicius Hemetério. Posteriormente, iniciou-se a sessão preparatória destinada à eleição da Mesa Diretora para o período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2017.

O vereador Mário Alves foi eleito para o cargo de presidente, o vereador Manoel Pereira para o de vice-presidente e o vereador Fábio Curi para o de secretário. Cada um deles obteve sete votos. O vereador Jean Carlos concorreu ao cargo de presidente, o vereador Alessandro Fortes (Sandrinho do Som) ao cargo de vice-presidente e o vereador Francisco Martins ao cargo de secretário. Cada um deles obteve quatro votos.

Pronunciamentos do vice-prefeito e do prefeito

– O vice-prefeito eleito Luiz Henrique Diório de Souza felicitou os eleitos e conclamou o Legislativo e o Executivo para trabalharem juntos em prol da cidade, deixando de lado o partidarismo, em benefício dos mais necessitados e do resgate dos seus valores. Ele pediu a Deus bênçãos aos eleitos.

– O prefeito eleito Diogo Curi Hauegen endossou as palavras do vice-prefeito, reforçando que as dificuldades seriam superadas com a união não apenas do Executivo e Legislativo, mas de toda a população, das entidades, dos conselhos comunitários e dos conselhos municipais. Sendo assim, com cordialidade e respeito, a cidade desenvolverá.

Pronunciamentos dos vereadores

– O vereador Alessandro Fortes (Sandrinho do Som) desejou muitas conquistas para a cidade e reforçou o seu empenho em busca do desenvolvimento local nesta Legislatura. Pediu que todos valorizassem a cidade, principalmente nas redes sociais.  Felicitou a eleição da Mesa Diretora e desejou sucesso ao prefeito eleito Diogo Curi, bem como aos demais colegas.

– O vereador Francisco Martins (Kiko) agradeceu principalmente a Deus a oportunidade de exercer a vereança; aos familiares, o apoio; aos cidadãos, os votos e aos irmãos na fé, as orações. Pediu que a atenção fosse voltada para os menos favorecidos financeiramente e geradores de empregos que contribuem para o crescimento da cidade, com muita esperança.

– O vereador Jean Carlos desejou sucesso à Mesa Diretora e agradeceu o apoio de seus familiares. Desejou a todos um Ano Novo abençoado por Deus.

– A vereadora Jenny Aragão (Gica) em nome dos demais colegas se comprometeu em realizar um trabalho com comprometimento em prol da cidade. Reforçou que os vereadores deveriam agir com ética e decoro parlamentar e também com espírito desarmado e acolhedor. Desta forma, a Casa terá o respeito e o reconhecimento da população. Pediu aos colegas, empenho e união, e a Deus, sabedoria para a tomada de decisões na defesa da população.

– O vereador Júlio Carlos Nogueira (Júlio da Corneta) pediu que os interesses particulares fossem deixados de lado para que eles fossem à voz em defesa dos interesses da cidade. Agradeceu a Deus a oportunidade de exercer a vereança; o apoio da família; o companheirismo, a amizade e a confiança do presidente da APAE, senhor Oswaldo Alves Ramos; aos amigos e aos eleitores, o apoio. Comprometeu-se em exercer um trabalho leal voltado para os interesses das entidades e instituições, para que todos tenham melhores condições de vida. Reforçou a necessidade de uma relação mais sólida entre o Legislativo e Executivo, dentro de suas competências, corrigindo os erros do passado. Pediu que todos se unissem trabalhando por Caxambu e colocou a Casa à disposição das reivindicações do povo.

– O vereador Paulo Rodrigues felicitou a Mesa Diretora, o vice-prefeito e o prefeito. Comentou que iria exercer a vereança, pois tinha lutado com dignidade e perseverança, e que daria tudo de si para bem representar a população nesta Casa. Desejou a todos um feliz Ano Novo.

– O vereador Renato Brandão agradeceu primeiramente a Deus a oportunidade de exercer a vereança e o apoio dos familiares. Felicitou os eleitos enfatizando que trabalhariam unidos em função da cidade, atendendo o clamor do povo. Destacou que a política é um instrumento para ajudar os menos favorecidos, e que ele daria continuidade ao trabalho desenvolvido por seus familiares, os ex-vereadores Augusto Brandão, Clóvis Almeida, Maria Beatriz Pinto Malta e Eduardo de Almeida Pinto. Enfatizou que os eleitos deveriam lutar pela valorização da política, inclusive com o apoio dos conselhos comunitários, trabalhando em harmonia e independência com o Executivo.

– O vereador Vinicius Hemetério agradeceu a Deus a oportunidade de exercer a vereança, bem como aos seus eleitores. Felicitou a Mesa em nome dos demais colegas, o vice-prefeito Luiz Henrique Diório de Souza e o prefeito Diogo Curi, a sua tia doutora Rilma Aparecida Hemetério, desembargadora federal do Trabalho do TRT da Segunda Região, atual presidente da 17a Turma, e o secretariado. Reforçou que naquela data iniciava-se uma nova história em Caxambu, com espírito coletivo. Pediu paciência aos eleitores, que será fundamental para o sucesso desta gestão. Falou do orgulho que sentia em morar em Caxambu, a terra das águas minerais, que tanto bem fizeram e fazem às pessoas, inclusive para ele, particularmente. Reforçou que atuaria em todas as áreas, principalmente no esporte, no lazer e na cultura. Falou que seguiria os ensinamentos do seu bisavô Luiz Hemetério e do seu pai Avilmar Hemetério, que fizeram parte desta Casa, e garantiu que trabalharia com ética, transparência e honestidade. Expressou o seu desejo de exercer um mandato participativo, honrando a confiança de cada eleitor, e agradeceu aos familiares, amigos, alunos, apoiadores e anônimos, a confiança, e desejou um feliz Ano Novo a todos.

– O secretário Fábio Curi agradeceu a Deus a oportunidade de estar lutando por Caxambu, à sua mãe Helena e o seu filho Ruan, ao povo, o incentivo. Reforçou que se manteria firme nas atribuições do Legislativo, na fiscalização do Executivo, propondo leis que melhorem a qualidade de vida do caxambuense, para o esporte, o turismo, a valorização dos servidores, lutando pelos anseios da população. Demonstrou confiança na nova gestão e sugeriu o aumento do número de Audiências Públicas da Casa.

– O vice-presidente Manoel Pereira agradeceu a Deus a oportunidade de exercer a vereança. Enfatizou que sua missão era restaurar a cidade, com o apoio de todos, nas ações em prol do desenvolvimento local.

– O presidente Mário Alves agradeceu a Deus a oportunidade de exercer a vereança, aos familiares, ao PSDB e à coligação. Salientou que aquele momento era a concretização de um sonho. Destacou o seu árduo trabalho durante a campanha eleitoral, tendo a oportunidade de se fortalecer para ocupar uma função tão importante, em defesa do cumprimento dos princípios constitucionais. Reforçou que se sentia estimulado para ao final do mandato sair com a cabeça erguida, que seria coerente com tudo que pregou durante anos e que seu trabalho seria baseado na Constituição Federal e no Regimento Interno da Câmara.

Dirigiu as palavras a três grupos de pessoas: ao prefeito Diogo Curi e ao vice-prefeito Luiz Henrique, que ele seria parceiro fiel com respeito, desde que o trabalho do Executivo seja desenvolvido buscando o interesse do povo. Aos colegas, reforçou que a Casa se tornaria palco de grandes debates e lutas contra a falta de remédios, merenda, transporte escolar, plano de salários, transparência, oportunidades de empregos, segurança, esporte e lazer, enfim, tudo que seja prejudicial ao povo. Reforçou a necessidade de união e do apoio de todos, em prol da valorização do Legislativo. Ao povo, o grupo mais importante, prometeu esperança, renovação de forças e união, com as bênçãos de Deus.

ata-p1  ata-p2ata-p3

Postagens mais acessadas